Sobre a exposição

Passamos por muitos percalços até conseguirmos estabelecer um significado de importância para a arte paranaense, ou melhor, a arte produzida no Paraná. Nossas tentativas de conexões com as raízes da República do Guairá começam com a história, passam pela gastronomia, desembarcam na cultura e se consolidam na arte. Quantos caminhos fizemos para chegar até aqui, não é mesmo?

 

Com a presença de artistas paranaenses e outros artistas radicados no Estado do Paraná lapidamos a pinceladas expressões que não poderiam ser ditas, acontece quando nos permitimos explorar os sentidos como a visão e o tato para apreciar movimentos artísticos, sem perceber percorremos caminhos jamais imaginados.

 

Composta por obras de artistas com notória produção em território paranaense, a Exposição Belos Caminhos tem como objetivo evidenciar expressões artísticas que possuam vínculos com a história da Escola de Música e Belas Artes do Paraná (EMBAP) e, desta forma, selecionou obras de grandes pintoras e pintores, como Leonor Botteri, Teca Sandrini, Lange de Morretes, Fernando Velloso e outros artistas contemporâneos. 

 

Por meio dos corredores virtuais esperamos que vocês se permitam sentir-se imersos em cada pedaço de arte encontrado, que versam  acerca das biografias de cada artista, seja o indivíduo responsável pela obra ou a pessoa que aprecia, colocando a arte paranaense e a EMBAP como protagonistas dessa história. Que sejam belos todos os caminhos trilhados por todas as pessoas visitantes que por aqui irão passar.